Lubrificação do motor: Qual óleo escolher?

Existem três tipos de óleos lubrificantes disponíveis no mercado: os óleos sintéticos, semissintéticos e minerais. A maioria dos motoristas não sabe qual é o mais indicado para o motor do seu automóvel. E foi pensando nisso que elaboramos esse post com as especificações de cada um para ajudá-los na hora de decidir qual o melhor.

Dessa forma, na próxima troca de óleo você não precisará deixar a indicação por conta do frentista, já que a escolha errada é capaz de intervir no desempenho, consumo, e baixa durabilidade, uma vez que cabe ao óleo a função de lubrificar os componentes móveis, impedir o contato entre as peças e o calor causado por elas. A diferença no processo de obtenção dos óleos básicos é o que classifica os óleos em sintéticos, semissintéticos ou minerais. Óleos sintéticos Por serem obtidos através de reação química em processos petroquímicos, é possível ter um domínio maior na hora da sua produção, o que permite a conquista de diversos tipos de produtos, com propriedades distintas, por esse motivo, os óleos sintéticos são mais estáveis, levam mais tempo para envelhecer, garantindo a viscosidade constante, independente da temperatura de trabalho do motor. Óleos semissintéticos Os óleos semissintéticos são apontados como os melhores quando se trata de preço e qualidade. Possuem uma base sintética e são uma composição das melhores propriedades dos óleos minerais e sintéticos. Óleos minerais Identificados por uma mistura de hidrocarbonetos, os óleos minerais são obtidos através da separação de componentes do petróleo, é o mais fácil de fazer o procedimento de refinação, se tornando o mais acessível para o consumidor. Verificando cada um deles é possível perceber que pela sua resistência ao envelhecimento, o óleo sintético vem a ser o melhor. Porém, não significa que os outros são ruins, tudo vai depender para que tipo de lubrificação o seu motor foi fabricado, em razão disso, o mais aconselhado é realizar a leitura do manual do proprietário. Entenda a nomenclatura dos óleos A nomenclatura é determinada segundo o nível de viscosidade. São classificadas em duas categorias, verão e inverno, diferenciadas pela letra W, conforme sua resistência a temperaturas altas e baixas, respectivamente. Em seguida, após a letra, vem o número que classifica o nível de viscosidade do óleo, quanto maior o número, mais viscoso: 0W-30 – Viscosidade “0” em temperaturas baixas – Viscosidade “30” em temperaturas altas. Achou o assunto interessante? Tem alguma sugestão de novos assuntos para abordarmos aqui? Escreve pra gente nos comentários, é sempre um prazer respondê-los!

#Lubrificaçãodomotor #óleos #óleoslubrificantes #motoristas #automóvel #Óleossintéticos #Óleossemissintéticos #Óleosminerais #nomenclaturadosóleos

POST EM DESTAQUE