Qual melhor escapamento para meu automóvel?

O escapamento de um carro é composto por 4 partes: coletor, catalisador, abafador e silenciador. Muitas dúvidas surgem na hora de escolher o melhor modelo para cada carro e muitas pessoas podem achar que é somente um tubo que conduz a fumaça, mas estão equivocadas, o escape tem um papel significativo no desempenho de um motor. Confira!

Qual melhor escapamento para meu automóvel?

Sem dúvidas a função mais importante é essa, conduzir os gases para a atmosfera. Porém, no sistema de alta performance e de competição, com coletor tubular, catalisadores e abafadores livres, e tubos de diâmetro correto, é bem provável ganhar potência e torque. Inclusive a curva de potência de um motor sofre efeito direto do dimensionamento de um escape.

Confira agora algumas dicas que poderão te ajudar na hora dessa escolha. Conseguir um escapamento perfeito para o carro pode não ser muito fácil. Existem diversos sistemas distintos e de incontáveis marcas, por isso é necessário saber o que exatamente se pretende. Encontrar o sistema ideal para o carro vai fazer com que o automóvel ganhe uma potência complementar fenomenal. Conhecer alguns aspectos é importante para te ajudar a descobrir o melhor sistema de escape para o seu carro. O tipo e o modelo do veículo fazem parte desses aspectos, pois cada veículo possui especificações diferentes. Então se a sua ideia é melhorar o desempenho, você precisa saber a configuração do sistema e como deseja fazer essa melhora. É importante saber também que os sistemas de exaustão foram planejados para que o motor tenha uma potência maior e para que os índices de dióxido de carbono lançados na atmosfera sejam menores. Assim como, saber a cilindrada que pretende inserir ao carro. Mas lembre-se, a potência a ser aumentada não pode exceder aos números que constam no manual do fabricante. Ressaltamos que os sistemas de exaustão são capazes de aumentar o torque, como já comentado acima, fator decisivo para o arranque e desenvolvimento do motor. Algumas pessoas optam por um sistema com base no som emitido. Geralmente os fabricantes oferecem dois tipos com sons diferentes, um construído para carros esportivos e robustos, que já são conhecidos pelo som de fundo único e de fácil identificação e outros mais silenciosos, desenvolvidos para aqueles motoristas mais discretos. Sendo assim, cabe a cada um decidir de acordo com seu gosto pessoal o tipo de som que quer ouvir. Existem dois tipos de sistema disponíveis hoje no mercado: o sistema de escape cat-back e o escape do eixo traseiro. O sistema cat-back atua a partir do catalisador e vai até à ponta do escape. É uma escolha boa para automóveis mais novos, pois possui o equipamento de controle de emissões no próprio local, mantendo os níveis de emissão de dióxido de carbono dentro das medidas legais. Já o sistema de escape do eixo traseiro é mais usado em carros que contêm silenciadores traseiros e não integra um segmento da tubagem de escape entre o catalisador e o eixo traseiro. Portanto, as duas são boas opções, porém, você deve optar por aquela que acrescentará mais eficiência ao seu automóvel e que emitirá o menor nível de emissão de dióxido de carbono no meio ambiente. Os sistemas produzidos em aço inoxidável são os melhores, pois além de ser o material mais eficiente contra o surgimento da ferrugem é também o melhor contra a deterioração das peças principais do veículo. Todas essas dicas são relevantes e poderão te ajudar na hora de escolher o melhor sistema de escapamento para o seu carro, mas a ajuda de um profissional do ramo também é super importante, pois só ele poderá responder as suas dúvidas e oferecer todas as informações sobre o sistema, te deixando mais seguro na hora de fazer a sua compra.

#escapamento #automóvel #carros #coletor #catalisador #abafador #silenciador #desempenhodomotor

POST EM DESTAQUE
POSTS RECENTES