Motores: entenda como funcionam os turbos!

Os motores downsized de um ano para cá vem ganhando espaço no mercado nacional e quase todas as montadoras lançaram um modelo com o turbo disponível no último ano.

Novas tecnologias, como o turbo compressor são usadas nesse tipo de motor, deixando-os menores, mais eficientes e menos poluentes.

A sobrealimentação de motores, já existente nos carros esportivos a muito tempo, mas se tornou item de fábrica também em motores de menor porte, como os 1.0, que na sua maioria são de 3 cilindros. Nessas situações, para deixar o motor mais leve, foi feita a remoção de um dos 4 pistões, gerando uma perda de 25% da potência, foi aí que os engenheiros criaram uma maneira de aumentar a explosão nos 3 cilindros restantes. Uma boa faísca, ar e combustível nas proporções certas são essenciais para que aconteça uma explosão adequada na câmera de combustão. Então acontece da seguinte forma: São aplicados mais ar e combustível dentro do mesmo espaço e uma turbina é usada para empurrar esse oxigênio para dentro do cilindro, com mais combustível a explosão fica mais intensa, consequentemente gera o aumento da potência, assim é possível conquistar uma explosão menos poluente e mais intensa e eficiente, suprindo a ausência do quarto cilindro. Parece bem simples, não é mesmo?! Porém, para que essas explosões aumentassem no interior da câmera de combustão, o motor foi todo redesenhado, reforçando diversos componentes como bielas, pistões, bronzinas e virabrequim. Modelos de sobrealimentação Tudo que foi mencionado acima foi conseguido graças aos novos materiais e processos de conformação. E apesar de cada fabricante criar seu plano de sobrealimentação para os seus motores, existem basicamente duas maneiras de aplicar mais ar dentro dos cilindros. A primeira maneira é chamada de compressão mecânica, no qual um compressor de ar pequeno é ligado por meio de uma correia ou corrente que é ligada ao virabrequim, comprimindo o ar e comandando a pressão de entrada dele na câmera de combustão.

A segunda maneira é conhecida como turbo charger, onde duas pequenas hélices são fixadas em um mesmo eixo, girando sincronicamente. A hélice motora é fixada no coletor de escape, que gira pelo acesso dos gases que vão para o escapamento. Já a movida fica no tubo de admissão, ambas são fixadas no mesmo eixo da hélice motora, fazendo com que o ar limpo gire e seja impulsionado para o interior da câmera de combustão. Para produzir esses motores menores, porém eficientes, cada montadora desenvolve a sua proposta usando esses projetos principais como base, contudo utilizando suas inovações. Afinal, tecnologias novas aparecem todos os dias, no entanto o princípio é apenas um: pôr mais ar no interior do cilindro. Experimente ler também: Motores: confira a evolução com o passar dos anos!

#motoresdownsized #mercadonacional #montadoraslançaram #turbo #turbocompressor #sobrealimentaçãodemotores #carrosesportivos #motor10 #arecombustível #cilindro #combustível #compressãomecânica #coletordeescape #modificaroescapamento

POST EM DESTAQUE