Teto solar: como ele pode ajudar na economia de combustível?

A grande maioria dos motoristas que opta por adquirir um veículo com teto solar acredita que ele só serve para embelezar o carro, é claro que ele ajuda muito na estética e na hora de revender, porém ele não serve somente para isso. O item também pode ser um grande aliado na economia de combustível, além de ajudar a tornar o ar do interior do carro melhor. De acordo com informações publicadas no ano passado pela Ford, quando o automóvel circula em velocidades baixas com o ar-condicionado ligado, ele consome até 15% mais.

Dessa forma, se o veículo não estiver transitando acima de 90 km/h e a temperatura ambiente não estiver muito elevada, o mais indicado é desfrutar da ventilação natural ao invés de ligar o ar-condicionado. Existe um defletor de ar na parte dianteira da maioria dos dispositivos de teto solar, ele serve para diminuir a turbulência e o barulho produzido pelo vento na parte interna do veículo. Outro recurso que também é oferecido por grande parte é a alternativa de elevar somente a parte de trás do dispositivo, possibilitando que o ar fresco circule até mesmo em dias de chuva fraca. Com o teto aberto a renovação interna do ar é mais rápida uma vez que a tendência é o ar quente subir. Dessa forma, até a fumaça em automóveis de fumantes sai mais depressa. A rápida exaustão de possíveis odores internos também é outra qualidade do item. No entanto, manter o teto solar e as janelas fechadas quando se está transitando em velocidades altas é o ideal, pois o ar encontra uma resistência menor ao passar pela lataria, melhorando a aerodinâmica do veículo. Também segundo informações da Ford, o compressor do ar-condicionado trabalha de forma mais eficaz com a rotação do motor mais alta, ou seja, acima de 90 km/h. Pequenos detalhes que fazem grande diferença no consumo De acordo com as informações do estudo citado anteriormente, concluiu-se que a maneira como se conduz um veículo pode influenciar em até 25% o consumo de combustível. Acelerar de forma suave e frear com antecedência é o ideal, isso fará com que a economia seja maior, além de prolongar a vida útil de componentes como freios e pneus. O estudo também mostra que um veículo a 90 km/h gasta, em média, 10% menos que a 100 km/h. Ficar com o motor ligado quando o carro está estacionado, pneus descalibrados, direção desalinhada e velas de ignição em mau estado também ajudam a aumentar o consumo. Se o automóvel chegar a manifestar esse conjunto de problemas, seu desempenho pode ser prejudicado e aumentar o gasto em 25%. A pioneira do teto solar A Mercedes-Benz foi a primeira montadora a colocar um teto solar em um veículo. O modelo foi o V170, em 1937, modelo que mais tarde também ganhou uma versão conversível. A fabricante alemã Webasto foi quem desenvolveu o sistema, ele se estendia por quase todo teto do carro e era feito de lona, que inclusive é um material que ainda é usado, especialmente em modelos clássicos. Gosta dos nossos posts? Então conta pra gente aqui nos comentários quais assuntos você gostaria de ler por aqui. Seu feedback é muito importante para nós!

#tetosolar #economia #combustível #estética #revender #ar #Ford #arcondicionado #consumo #veículo #temperatura #ventilaçãonatural

POST EM DESTAQUE
POSTS RECENTES